Active News

6 erros comuns na redução de custos empresariais

6 erros comuns na redução de custos empresariais

Compartilhe:

Diante da instabilidade econômica, é comum que as empresas procurem formas rápidas de redução de custos. O problema é que não existe uma fórmula mágica e muitos gestores acabam fazendo cortes que comprometem as operações.

Aqui, trataremos das principais ações equivocadas diante da decisão de diminuir despesas do negócio. Confira e evite todas elas!

1 – Alterar a qualidade do que é oferecido

Na verdade, o motivo para não tomar essa atitude é simples: o cliente nota quando as empresas reduzem a qualidade dos produtos ou serviços que ofertam e passam a buscar alternativas na concorrência.

Pior ainda é a perda de lucro que, inevitavelmente, contribuirá para o insucesso da empresa. Portanto, a redução errada de custos leva à necessidade de mais cortes, em um ciclo vicioso.

O ideal mesmo é procurar formas de aumentar a produção/demanda e entregar soluções com características diferentes, mas que tenham um custo de produção menor (ou seja, mais margem).

2 – Cortar investimentos em marketing

Um erro dos empresários é tentar reduzir custos na área de marketing e publicidade. Ocorre que este setor é fundamental para atrair novos consumidores e fidelizar os antigos. Sendo assim, quando se decide deixar de investir nessa área, os resultados param de surgir, independente se o investimento seja de tempo ou recurso.

Neste caso, boas alternativas são a de segmentar as campanhas para que fiquem mais rentáveis e apostar em novos nichos com objetivo de gerar mais oportunidades de negócio.

3 – Demitir como primeira opção

Demitir colaboradores pode ser mais oneroso, devido aos custos demissionais, além de comprometer diretamente as operações. Além disso, quando uma onda de desligamentos acontece, o time restante passa a procurar alternativas de trabalho e reduz sua motivação de permanecer na empresa.

Entre as alternativas para isso temos a redução de carga horária, alternar cargos ou oferecer o home office para redução de custos operacionais.

4 – Manter todos os processos operacionais

É preciso que aconteça uma revisão em todos os processos de produção, gestão e atendimento ao cliente. Tomando decisões junto com os gestores de cada área e focando no aumento da qualidade do que é fornecido ao cliente.

Alguns exemplos são:

  • Reavaliar os processos de compras, buscando novos fornecedores e descontos;
  • Estudar formas de elisão fiscal, como a mudança do regime tributário;
  • Migrar as plataformas de atendimento ao cliente para um serviço online.

5 – Enxergar a tecnologia como custo

Muitos empresários tradicionais tratam a tecnologia como uma despesa da empresa, em vez de investimento. Porém, a verdade é que o investimento em tecnologia é o melhor caminho para que seu negócio possa se desenvolver em busca de um diferencial competitivo. Identificar e utilizar as ferramentas corretas permite que seus colaboradores produzam muito mais, em menos tempo.

6 – Não adotar um ERP

Empresas são organismos grandes e complexos. Em várias delas, cada área funciona como se fosse uma organização única, com ferramentas diferentes e até metas conflitantes. Por isso, uma boa maneira de chegar à redução de custos é analisando e verificando o funcionamento dos negócios com mais precisão. É exatamente este o papel do ERP!

Um sistema de ERP (Enterprise Resource Planning) serve para reunir informações e analisar possíveis gargalos no funcionamento da empresa. Com isso, a gestão pode identificar formas de melhor administrar vendas, produtos e pagamentos, levando à redução de custos.

Um exemplo: com um ERP na empresa, os diferentes setores passam a se comunicar entre si. O cadastro de um cliente ou os dados sobre uma venda são registrados uma única vez, e podem ser acessados online a qualquer momento. Reduzindo a demanda por tarefas burocráticas e repetitivas, o ERP abre caminho para a redução de custos.

Mais um exemplo: o ERP favorece as tomadas de decisões mais precisas e alinhadas com as necessidades do negócio. Ao integrar as informações dos diferentes setores em um só lugar, a administração pode desenhar estratégias melhores a respeito de demanda, por exemplo. Quando vendas e estoque conversam melhor entre si, ocorre a diminuição de despesas com o armazenamento e aquisição daquilo que tem menos chances de vender.

Reduzir custos na empresa é um desafio de todas as organizações que buscam competitividade e eficiência. Com um ERP implementado, é possível analisar e cortar gastos de maneira inteligente em todas as áreas e processos, melhorando também as decisões estratégicas e o planejamento.

 

Quer conhecer melhor o ERP em cloud nº do mundo e saber tudo que ele pode fazer pela sua empresa?

Peça uma demonstração GRATUITA e personalizada para o seu negócio!

#tags

#tags

#Veja também

Fique por dentro das nossas novidades!

Política de Uso de Dados, Cookies e Privacidade

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies e nossa política de privacidade. Saiba mais.